Digite o que procura

Blog

Caboclo :Primeiro morador de Matinhos

Caboclo :Primeiro morador de Matinhos

Caboclo : o primeiro morador de Caiobá

Antes do aparecimento do banhista, a região de Matinhos esteve praticamente isolada. Os primeiros habitantes da região eram de origem portuguesa miscigenados com o indígena, sendo chamados de caboclos. As poucas famílias que por ali viviam tiravam seu sustento da pesca feita por redes de arrasto. Essas redes eram fabricadas com fibras naturais provenientes de casca desfiada de embaúva, árvore ainda existente em grande quantidade em toda região litorânea paranaense. Mais tarde foram adotados o cordel e o algodão. Outros materiais utilizados na fabricação das redes eram as fibras de cipó embiruçu, cortiças de madeiras leves, argila e pequenos sacos de areia. Estes dois últimos serviam como pesos (chumbadas).

Caboclo frente a residência - década de 30Pescador com remo de pá e dois cestos. Pinguela sobre o rio de maré - 1930

As redes do caboclo eram conservadas através da imersão em um caldo, de tempos em tempos, proveniente da fervura de cascas de aroeira para proteção contra a água do mar. Os utensílios domésticos também eram fabricados utilizando-se matérias primas locais como a argila, taquara, cipós diversos e madeiras como guapuruvu, canela e caxeta. Mantinham pequenas roças de mandioca, pomares de frutíferas como goiabeiras e abacateiros, e pequenas criações de galinhas, patos e marrecos.

Em fotos antigas, da década de 1930, são visíveis os vestígios de roças nas encostas dos morros. Muitos pesquisadores que realizaram estudos na planície litorânea do Paraná revelam que a agricultura cabocla era feita através do sistema de pousio, herdado dos indígenas, no qual após a colheita, o local era abandonado por alguns anos para recuperação do solo e as roças então eram refeitas em outros locais.

Pescador com remo de pá e dois cestos. Pinguela sobre o rio de maré – 1930

Fonte: Matinhos: Homem e Terra. Reminiscências (João José Bigarella)

POSTAR COMENTÁRIO

Seu endereço de email não será publicado.