Digite o que procura

Blog

Você conhece a antiga Rua da Fonte?

Você conhece a antiga Rua da Fonte?

matos

Ali… na Rua da Fonte!

Há muitos anos, quando Matinhos ainda era vista como vila, muitas famílias iniciaram uma imigração lenta em busca de melhores recursos para viver. A pesca, antes da época da comercialização, era apenas uma fonte rica de alimento para os que aqui moravam. Era a garantia do sustento de sua prole. Mas “não só de peixe poderia viver o homem” então por razões de pouca fertilidade do solo próximo ao mar algumas casas passaram a ser construídas mais para o “sertão” onde também poderiam cultivar e criar.

Para se chegar, apenas um caminho que contornava o morro, o Morro da Cruz, que antes se estendia até a atual Rua Manoel Ferreira Gomes. Mais tarde, para construir a estrada que dava acesso ao Sertãozinho e obter pedras para a elevação da Av. Paranaguá, na época em construção, o morro foi cortado. Enquanto ainda caminho e futuramente uma ruela, os moradores a utilizavam para chegar até uma fonte de água que existia onde hoje se encontra o Banco Caixa Econômica Federal. Não havia água encanada e as mulheres levavam suas roupas para lavar e buscar água, então pelo “caminho da fonte”. De caminho se passou a rua e mesmo com a extinção da fonte por conta da chegada da “água de torneira”, o nome permaneceu em toda a sua extensão.

Mais tarde, já nos anos 80, numa homenagem feita ao Dr. José Said Zanlutti por ter colaborado com a emancipação de Matinhos a rua foi dividida em duas, antes e depois da ponte. Da ponte até os pescadores permaneceu Rua da Fonte e do mesmo ponto em direção ao bairro Sertãozinho mudou para Dr. José Arthur Zanlutti, filho do Dr. José Said Zanlutti e que faleceu num acidente de avião.

8263845

Quem foi Dr. José Arthur Zanluti?

A homenagem foi feita ao Desembargador José Said Zanluti, um dos primeiros proprietários de casa em Matinhos, situada na Rua do Sossego (atual Albano Muller) construída em 1936;  tendo também adquirido outros imóveis na cidade. Atualmente a família ainda mantém um deles, uma casa situada na Travessa das Pedras, no Morro do Mirante e mais alguns terrenos. Sempre gostou da cidade e por isso investiu. Com sua influência, auxiliou na instalação da comarca e do fórum por ocasião da emancipação do município em 1968. Seu filho, Dr. José Artur, passou todos os verões de sua vida em Matinhos, pela qual tinha especial carinho. Tinha como grande amigo o Tadeu do cinema, dividindo até mesmo os voos no girocóptero.

Por ocasião de sua morte os vereadores acharam por bem homenageá-lo em reconhecimento à dedicação e carinho que pai e filho tinham por Matinhos, dedicando deu nome a uma parte da Rua da Fonte. Mas precisamente o Dr. José Arthur Zanluti era casado e pai de três filhos. Nasceu a 24 de Setembro de 1944 e morreu a 14 de Fevereiro de 1972. Era formado pela Universidade Federal do Estado do Paraná, em Farmácia e Bioquímica; e pela Faculdade de Direito de Curitiba, em Direito.  Foi aprovado em concurso e exerceu o cargo de professor na Faculdade de Farmácia e Bioquímica na mesma universidade onde foi aluno. Era Bioquímico chefe do setor de Urologia do Laboratório Geral do Estado do Paraná. Brevetou-se como piloto pelo Aero Clube do Paraná e praticava o paraquedismo.

Fonte: Cultura de Matinhos

  1. Eros Pacheco
    jan 28, 2018 at 10:23 pm

    Prezados, gostei do texto. Aproveito para dizer que sou neto do José Arthur Zanluti. Se tiverem mais informações sobre a família, ficarei feliz em receber. Muito obrigado.

POSTAR COMENTÁRIO

Seu endereço de email não será publicado.